blogs SAPO

ARQUIVO

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

PROJECTO: TÚNEL

PROJECTO CONCLUÍDO. ACTUALIZAÇÃO CONSTANTE DO BLOG TERMINADA.
Domingo, 3 de Fevereiro de 2008

NOTA: CO-INCINERAÇÃO NA ARRÁBIDA

"A queima de resíduos industriais perigosos vai avançar"

GOVERNO PSD...1990

18 ANOS DEPOIS...

 

GOVERNO DE JOSÉ SÓCRATES AVANÇA COM CO-INCINERAÇÃO EM CIMENTEIRAS

Processo diz-se seguro e inofensivo para com o ambiente, seres humanos e animais

 

SERÁ?

 

PEÇA SIC NOTÍCIAS - JORNAL DO MEIO- DIA -

 

 

           Desde 1990 que se fala em queima de R.I.P. (resíduos industriais perigosos) e só mais tarde se chegou ao termo CO-INCINERAÇÃO, que se traduz no aproveitamento dos fornos das fábricas (no caso de Portugal, das cimenteiras) para "tratamento" dos resíduos. Mas será que os prós da incineração pesam mais que os contras? Não estarão o governo e as cimenteiras a esconder o verdadeiro objectivo? Não deveram os milhões de euros que as cimenteiras irão receber, pesar no ambiente?

 

         

           Nascida a 1930, na dorsal da Arrábida, em pleno parque Natural, a cimenteira SECIL- OUTÃO, depara-se agora com a queima de lixos tóxicos. Apesar da insistência do governo de que não existe risco algum para a saúde pública, o que é certo é que com a queima de 20% dos resíduos tóxicos produzidos no país, as cimenteiras não vão ficar (propriamente) de mãos a abanar...

 

         Não será a reação da população exagerada? Não...a Quercus, suporta a posição do povo ao ver uma bomba relógio em pleno parque natural. A uma já não muito saudável fábrica de cimento, ainda se junta o transporte perigoso ( incremento de 12 veículos pesados, que ao percorrerem grande parte em parque natural, há o perigo de accidente, um aumento do ruído e intoxicação da qualidade do ar) e aumento das emissões poluentes.

 

        Mas também há que definir o que são os denominados R.I.P. Caracterizam-se por ser inflamáveis, nocivos por ingestão, nocivos para os organismos aquáticos e causadores de efeitos prejudiciais a longo prazo.

 

 

       

   Em conclusão, repara-se no muro que se ergueu entre a população e o Ministério do Ambiente. As instituições envolvidas, além de não olharem em frente, só cuidam dos seus próprios interesses. Sentindo-se "culpada", com os milhões de euros que vai ganhar com esse suposto homicídio à cidade de Setúbal e aos seus recursos naturais, a SECIL, elaborou um estudo de Impacte Ambiental distribuido à população da cidade ( pode ser consultado em www.secil.pt ).

 

        O que será que a co-incineração resolve?...os custos de exportação dos resíduos para tratamento. Vivendo as cimenteiras e os políticos à sombra das notas, a mergulhar nas moedas, não será caso para dizer que...

 

Será que o comboio mais seguro do Mundo pode descarrilar?

Só quando o Homem abater a última árvore,
contaminar o último ribeiro e matar o último peixe
é que perceberá que o dinheiro não serve para comer."

 

Provérbio Mohawk

(página Parque Natural Serra da Arrábida) 

 

 

  O projecto SetúbalXXI tem vindo a ser caracterizado desde o início pela consciência ambiental e respeito pelo património natural do parque da Serra da Arrábida.                

publicado por Setúbal XXI às 23:28
link do post | comentar | favorito
|

0 DIAS

PROJECTO CONCLUÍDO

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
15
17
19
21
23
24
25
27
29
30
31
ESCOLA SEC. DE BOCAGE Alexandre Pires e Ana Cardoso COORDENADOR: Prof. António Vasconcelos

FÓRUM JÁ ONLINE

FAÇA JÁ O SEU REGISTO!

CONTACTO

setubalxxi@gmail.com
SETÚBAL XXI
Criar pagina